Ecoturismo em Maceió

Que tal fazer ecoturismo em Maceió? Quem se preocupa com o meio ambiente, pode passar férias incríveis na cidade, aproveitando as iniciativas que preservam a natureza.

Maceió é uma região cercada de belíssimas piscinas naturais e com grande riqueza da natureza. 

Por isso, o turismo que preserva a região é tão valorizado, tendo como objetivo que as belezas naturais possam ser aproveitadas por todos os visitantes ao longo dos anos e que isso não cause impactos negativos na cidade.

Quer saber mais sobre ecoturismo em Maceió e como aproveitar intensamente suas férias na região? Nós temos várias dicas!

Passeios que apoiam o ecoturismo em Maceió

Elencamos algumas sugestões de passeios que são divertidos e ao mesmo tempo apoiam as iniciativas de ecoturismo em Maceió.

Sua visita na cidade vai permitir que se conecte com a natureza de diferentes formas, sem agredir as belezas encantadoras da cidade.

1. Conheça as piscinas naturais em Maceió

As piscinas naturais de Pajuçara podem ser visitadas diariamente por um número limitado de turistas por vez.

O objetivo ao limitar a visitação é justamente que o passeio não agrida a vida natural nas piscinas. Por isso, o visitante recebe algumas orientações específicas durante o passeio, como não pegar nenhum coral durante o mergulho.

As piscinas naturais são preservadas por todos os locais e turistas, com o objetivo de evitar danos à vida marinha e acabar com algo que é tão lindo na cidade.

Seguir as orientações dos responsáveis pelo passeio é um cuidado com a preservação local. Mantendo esse pedacinho de paraíso sempre acessível quando a maré está baixa.

2. Associação Peixe-Boi

Uma das formas do turista apoiar a preservação ambiental ao longo de seu passeio em Maceió consiste justamente em visitar a Associação Peixe-Boi.

O local está localizado na cidade de Porto de Pedras, no Litoral Norte de Alagoas, bem pertinho de Maceió.

O peixe-boi é o maior mamífero aquático do mundo e é preservado pela instituição. O turista pode visitar o local e conhecer de perto os animais que vivem em aquário natural. O objetivo é que o turismo de observação e a conscientização sobre a espécie por meio da educação ambiental, contribuam para que os visitantes possam preservar a espécie.

O peixe-boi é um mamífero aquático ameaçado de extinção. Portanto, a ação da instituição é de extrema importância para a espécie em questão.

Com o valor do ingresso para conhecer o local, o turista investe na preservação da espécie enquanto se diverte e aprende sobre o mamífero.

3. Conhecer a fazenda de ostras da Palatéia

Quer um passeio diferente de tudo que já viveu? Localizada na Barra de São Miguel distante 35 km de Maceió, é possível visitar a fazenda de ostras da Palatéia.

No local o visitante faz um passeio de jangada enquanto conhece mais detalhes sobre o funcionamento das fazendas de ostras.

Obviamente, a visitação também contempla degustação e permite que o visitante compreenda a importância do cultivo de ostras para o ecossistema local e também para a economia.

A experiência é realmente única e muito rica, possibilitando que o visitante compreenda mais sobre a cultura, economia e natureza local.

Ostras da Palatéia (Foto: Kaio Fragoso)

4. Cuide da pele com banho de lama em Jequiá da Praia

Quer conhecer um lugar novo, cuidar da pele, se divertir e preservar a natureza tudo ao mesmo tempo? Então inclua o Jequiá da Praia em seu roteiro por Alagoas.

O banho de lama é feito no Complexo Dunas de Marapé, que fica no litoral Sul de Alagoas e vale a pena conhecer.

A distância é pequena de Maceió e pode ser percorrida de carro sem nenhum problema. A área é reservada para o banho de lama em turistas.

O processo é terapêutico e tem comprovação científica de que atua na prevenção de doenças articulares como artrite e artrose.

Além disso, é extremamente divertido tomar banho na lama natural que se forma no local, oferecendo uma experiência nova e uma excelente hidratação para sua pele durante o passeio com o banho.

Dunas de Marapé (Foto: Andy Spinelli)

5. Conhecer os Cânions e o São Francisco

Sem dúvidas, o passeio dos cânions é uma experiência única, que coloca o turista em contato com toda a potência da natureza em Alagoas.

Com número de visitantes limitados por dia, um catamarã parte em direção ao maior rio brasileiro. Sem dúvidas, navegar no São Francisco entendendo a importância dele para o Nordeste já é uma experiência encantadora.

Durante o passeio o catamarã para em área estratégica para possibilitar o banho no rio sem desencadear impactos ambientais prejudiciais para o São Francisco.

O passeio revela as encantadoras formações rochosas, que mostram toda a imponência da natureza na região. Afinal, o Estado de Alagoas é abençoado por uma enorme variedade de pontos com belezas naturais riquíssimas, desde formações rochosas, mar, piscinas naturais, rios e lagoas.

Quem deseja relaxar e se conectar com a força da natureza, pode aproveitar intensamente a estadia em Maceió para ter dias encantadores e construir ótimas memórias, enquanto incentiva a preservação local.     

Cânions do Xingó (Foto: Andy Spinelli)

Hospedagem que se preocupa com a natureza

O Flix Hotel é uma opção excelente de hospedagem em Maceió para quem se preocupa com turismo sustentável.

O hotel possui sistema de captação de água da chuva e reaproveitamento da água produzida pelo sistema de refrigeração do local.

A água é acumulada em cisternas, possibilitando uso na lavanderia, jardinagem e limpeza externa do hotel.

Além disso, o Flix Hotel também investiu em aquecimento solar, possibilitando que o uso de energia elétrica seja minimizado para reduzir impactos ambientais.

A separação do lixo é uma outra preocupação da equipe, visando o correto destino para que a reciclagem seja incentivada.

Faça sua reserva e aproveite todo o conforto do Flix Hotel enquanto os funcionários do hotel cuidam da redução de impactos ambientais.

Adicionar comentário